• Instituto Hori

Dia do Cinema Nacional!


Hoje é Dia do Cinema Nacional.


Mas, não há muito o que comemorar, pois além da impossibilidade de realizar novas produções em decorrência da pandemia, o atual "Desgoverno" dificulta o lançamento de novas produções e tenta desmontar a Cinemateca Nacional, importante centro de preservação da história do Cinema Brasileiro.

Uma das marcas do Cinema em nosso país, tanto o Cinema Novo, quanto a sua Retomada, é a contextualização da Arte Cinematográfica com a realidade social. Não apenas os filmes brasileiros no gênero drama - como nos filmes Central do Brasil, Deus e o Diabo na Terra do Sol, Pagador de Promessas, Pixote, "400 contra Um: a História do Comando Vermelho", "Olga", "Carandiru" - mas, também, os de humor, como nos recentes "Minha Mãe é Uma Peça 3" e "O Candidato Honesto", a temática social é recorrente. Por conta desta crítica, o atual "Desgoverno" ataca a Cultura e, particularmente, a produção do Cinema Nacional, aludindo ter a mesma um "viés ideológico".

Os integrantes da atual "Degestão" desconhecem a realidade e as limitações à Cultura fazem parte de uma estratégia para alienar os Brasileiros. 


O saldo desta política pode ser devastador, pois o Cinema é, na modernidade, uma das Indústrias com grande potencial de geração de emprego e renda.


O que esperamos é que a Sociedade esteja unida para evitar este desmonte: e, para começar, faz uma pipoca e assista a um bom filme nacional. 


Fortalece a idéia aí!

1 visualização

(71) 9.8877 - 4642

COPYRIGHT © INSTITUTO HORI - EDUCAÇÃO E CULTURA. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.